/, Regularização/Projeto de incêndio: o que é? Entenda de uma vez por todas seu conceito!

Projeto de incêndio: o que é? Entenda de uma vez por todas seu conceito!

Todos os dias, seja em casa, no trabalho ou em qualquer outro lugar, estamos sujeitos à uma série de riscos. Além disso, uma parte deles se deve ao que pode acontecer nos ambientes que frequentamos. Um desses riscos, presente em quase todos os estabelecimentos, é o incêndio, que apesar de acontecer pontualmente, pode ter proporções catastróficas. Isto pode trazer perdas humanas e materiais muitas vezes incalculáveis, como no incêndio ocorrido recentemente nesse galpão. Assim, para amenizar e diminuir as consequências desses tipos de situação, por lei uma série de estabelecimentos são obrigados a ter um projeto de incêndio. Mas afinal, o que é esse projeto?

 

Desenhos de casos de incêndio

Créditos: Freepik

O que é um projeto de combate a incêndio?

Esse projeto define especificações técnicas, localização e em algumas vezes treinamento de uma ou mais pessoas para utilizar equipamentos de combate ativo à focos de incêndio. Por exemplo, extintores. Além disso existem várias ferramentas de combate passivo ao incêndio. Também consideradas no projeto, elas têm suas especificações e localizações determinadas para garantir uma maior segurança para o local.

Tudo isso é feito por cálculos que seguem as normas da ABNT (ou seja, Associação Brasileira de Normas Técnicas) e instruções técnicas do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais. E quais são as principais medidas básicas que esse projeto prevê? 

As medidas

  • Extintores de incêndio: No projeto de incêndio consta o tipo de extintor que deve ser colocado no local. Além disso, expõe sua localização exata e a sinalização indicando onde ele está. Veja aqui os diferentes tipos de extintores!  
  • Sinalização de emergência: O projeto prevê onde e quantas placas de sinalização são necessárias para o local. Indica também a localização de onde devem estar posicionadas. As placas podem, por exemplo, indicar uma saída de emergência, ou onde se encontra um extintor. Além disso, podem fornecer instruções de segurança, como manter a porta do estabelecimento aberto durante todo o horário de funcionamento. 
  • Saídas de emergência: Todas as saídas de emergência (como portas e escadas) são dimensionadas pelo projeto, estabelecendo rotas de fuga pré-definidas  (que serão sinalizadas). Dessa forma, facilita-se e agiliza-se o abandono do edifício e o combate ao incêndio feito pelo Corpo de Bombeiros. 
  • Iluminação de emergência: Em grande parte dos casos a visibilidade é prejudicada em casos de incêndio, principalmente quando ocorre um curto-circuito da rede elétrica. Para esse cenário, iluminação que não depende do funcionamento da rede elétrica é colocada de forma estratégica para indicar as saídas de emergência e iluminar a rota de fuga. Isto facilita o abandono do estabelecimento e o acesso aos instrumentos de combate ativo às chamas.
Extintores

Créditos: Freepik

Quem precisa de um projeto de incêndio?

Segundo a Lei 14.130 de 19/12/2001 o projeto de incêndio é necessário para boa parte dos lugares e muitas vezes temos dúvida se onde trabalhamos, moramos e frequentamos precisa ou não dele segundo a lei. Essa informação está disponível nesta Instrução Técnica do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, nos anexos “I” e” H”. Porém interpretá-la pode ser um pouco desgastante. Então seguem abaixo exemplos de locais que necessitam de um projeto de combate ao incêndio!

Se o local tem mais de 200m², é um local de concentração de pessoas ou exerce alguma atividade considerada de alto risco, é necessário o projeto. Por exemplo: galpões, cinemas, boates, galerias, eventos, edifícios comerciais ou residenciais, comércios de combustíveis, madeira, tintas, bebidas, fogos de artifício, gráficas, creches, escolas, etc. Além disso, vale destacar que existem ainda vários outros tipos de lugares que precisam ter o AVCB. Se você ainda está em dúvida, entre em contato conosco que ficaremos felizes em ajudar!

Mas atençãose o seu projeto tem mais de 5 anos ou se você está mudando seu estabelecimento de local / efetuando reformas nele, outro projeto precisa ser feito.

Qual a importância de ter um projeto de combate ao incêndio?

O objetivo maior desse projeto é trazer segurança para os locais. E como isso é feito? Nos vários documentos elaborados por um profissional, são designadas várias medidas de segurança, sendo elas as quatro citadas no primeiro tópico e mais algumas dependendo do local.

Sendo assim, essas medidas de segurança determinam a localização exata de ferramentas de combate às chamas, rota de fuga pré-definida, sinalização e dimensionamento das passagens, capacidade da estrutura de resistir ao calor por certo período de tempo, acessibilidade e facilidade para os bombeiros no combate às chamas, entre outras.

Tudo isso faz com que no caso de um sinistro as perdas humanas e materiais sejam minimizadas ou inexistentes. Além disso, traz segurança para o ambiente e para seu bolso. Dessa forma, há um prejuízo muito menor em uma dada eventualidade.

Bombeiros

Créditos: Freepik

 

O que deve ter um projeto de incêndio? 

Como dito anteriormente isso varia de acordo com o local, pois todo projeto de combate ao incêndio é único. Por isso é feito especificamente para o ambiente em questão. Entretanto, para o tipo mais básico (empreendimentos de menor risco), podemos apontar os seguintes documentos: 

  • Pasta do projeto técnico em uma via;
  • Cartão de identificação;
  • Formulário de Segurança contra Incêndio e Pânico para PTS;
  • Comprovante de pagamento da Taxa de Segurança Pública;
  • Anotação de Responsabilidade Técnica (ART);
  • Documentos complementares solicitados, quando necessário;
  • Memorial de cálculos;
  • Plantas das Medidas de Segurança Contra Incêndio e Pânico.

É neles que se encontram todas as informações e medidas necessárias para deixar o seu estabelecimento mais seguro e livre de autuações por descumprimento da lei.

Símbolos relacionados ao projeto de incêndio

Créditos: Freepik

Se você ainda estiver com dúvidas a respeito, que tal dar uma lida em nosso texto “As 5 maiores dúvidas sobre o projeto de combate ao incêndio”? Ou ainda entrar em contato conosco para podermos lhe ajudar? Pode ter certeza que teremos muito prazer em fazer isso!

projeto de prevenção a incêndio

By |2018-09-14T14:15:40+00:0015 de abril, 2018|Projeto de Incêndio, Regularização|0 Comentários

About the Author:

Leonardo Sampaio

Deixe seu comentário