Início/Dicas, MEJ, Mercado de Trabalho/Entenda como gerir o tempo de empresário júnior com o de estudante

Entenda como gerir o tempo de empresário júnior com o de estudante

Se a dificuldade em balancear estudos com qualidade de vida já é grande sem atividades extraclasse, com elas a tarefa é ainda mais árdua. No mundo universitário há uma gama de oportunidades, por isso nem sempre é simples organizar o tempo e a dedicação necessários para realizar tudo da forma que se desejaria. Entretanto, é humanamente possível conciliar estudos e outros interesses, gerindo assim o tempo em sua empresa júnior, por exemplo, e aproveitando o ambiente universitário de maneira ampla e saudável.

Conciliação de atividades

Crédito: Freepik

 O tempo gasto em uma EJ

Na correria dos dias de um estudante, em que já se despendem noites e finais de semana para estudar e realizar atividades acadêmicas, parece loucura acrescentar mais uma na rotina, ainda mais se essa responsabilidade for uma empresa júnior. Muitos se questionam sobre a dedicação que os empresários juniores empregam para esse trabalho voluntário e o seu retorno, e acabam caindo em muitos mitos contados sobre EJs. Entretanto, quem já passou por uma EJ sabe que a recompensa é muito maior que qualquer salário

As amizades, o desenvolvimento técnico por meio de projetos, o desenvolvimento de competências como oratória, iniciativa, liderança e os conhecimentos de gestão que extrapolam as áreas de graduação são só alguns dos responsáveis por todo o envolvimento que é visto pelos empresários juniores. Além desses fatores, as empresas juniores em geral se localizam dentro da própria universidade e tem horários mais flexíveis, sendo estes facilitadores na rotina dos estudantes. Essa experiência ainda fornece preparação e consolidação de gestão do tempo para um futuro estágio, já inserindo o estudante no grande universo do empreendedorismo.

Contudo, mesmo com essas facilidades, é essencial dar atenção à forma como nos organizamos. Gestão do tempo é um assunto essencial tanto para quem visa conciliar universidade com uma empresa júnior, quanto para quem deseja ter melhor disposição de tempo e esforço. Isso pois uma boa gestão de tempo permite a você empregar seus esforços em prol de seus objetivos, caminhando para alcançar um propósito.

Boa gestão de tempo

Crédito: Freepik

Boas práticas de gestão de tempo

O primeiro passo fundamental para uma boa gestão de tempo – e assim ser capaz de conciliar uma empresa júnior com a graduação – é a definição de prioridades. Segundo Lewis Carroll: “Se você não sabe onde quer ir, qualquer caminho serve”. Por mais clichê que pareça, essa frase é precisa pois quem não sabe onde objetiva chegar, bem como sua motivação, não está em posição de reclamar do retorno de suas ações. Por consequência, priorizar inclui estipular e determinar focos. Assim, faz-se necessário entender a gestão de tempo associada à retirar atividades que não são prioridades de sua agenda.

Na definição de focos e de prioridades é essencial perceber que esse é um processo único e pessoal, por isso não compare ou rejeite suas prioridades por vergonha ou na tentativa de atender a um molde. Uma maneira simples de começar a pensar nelas é refletir sobre suas motivações, alegrias e missão. Imagine-se no futuro e qual impacto deseja proporcionar.

Após a definição de suas esferas prioritárias, deve-se organizar sua vida visando desenvolver as atividades que estejam condizentes com esse caminho desejado. E, ainda mais importante, verificar como as atividades realizadas hoje estão alinhadas à sua missão e a forma de aproxima-las cada vez mais. Esse exercício facilita até mesmo a realização de atividades cotidianas, pois existe motivação para realizar até mesmo tarefas não adoradas.

Definição de caminhos

Crédito: Freepik

O segredo é: Persistência

Mesmo com essas definições, sabemos que priorização é uma atividade diária. Portanto, para conectar-se às suas prioridades e se organizar rotineiramente, pode-se utilizar ferramentas tanto tecnológicas quanto tradicionais. A ponderação contida nesse estágio é que gestão de tempo trata-se de um processo de disciplina, de testar quais ferramentas funcionam para você e persistir.

Assim, a gestão de tempo é uma mentalidade de alinhamento consigo mesmo e de atuação diária em prol disso, e é esse alinhamento que proporciona a tantos empresários juniores grande dedicação com suas EJs. Por que perder a oportunidade de explorar a universidade  – sendo esse o maior período de experimentação  – e por quê não fazê-lo da melhor forma possível? Abrace as atividades desse universo, mas se organize para aproveitar o máximo delas!

Possui alguma dúvida? Quer saber mais sobre EJs, co Entre em contato conosco! Ficaremos felizes em lhe ajudar!

 

By | 2018-04-10T18:11:57+00:00 Janeiro 20th, 2018|Dicas, MEJ, Mercado de Trabalho|0 Comentários

About the Author:

Sara Antunes

Deixe seu comentário