/, Projeto Hidrossanitário, Projetos/Entenda como garantir o bom funcionamento do seu Sistema Hidráulico

Entenda como garantir o bom funcionamento do seu Sistema Hidráulico

Assim como o telhado, o chão ou as paredes, um sistema hidráulico é parte essencial de qualquer construção, seja ela prédios ou residências, sendo ele o responsável, entre outras coisas, por levar a água potável até as torneiras do usuário. Como todo sistema, o hidráulico possui diversos componentes, desde a caixa d´água para armazenamento, até encanamentos de distribuição, bombas, chuveiros, torneiras e caixas de saída. Para garantir que esta distribuição ocorra da maneira efetiva, todos estes componentes hidráulicos devem estar em condições adequada , dispostos de forma correta e eficiente, de forma a prevenir maiores problemas.

Mas como garantir o bom funcionamento?

Por ser um sistema muitas vezes complexo, a parte hidráulica de um estabelecimento requer um estudo prévio, planejamento e dimensionamento de seus componentes, de forma adequada para cada situação. Para isso, é preciso a contratação de um profissional competente para a realização de um Projeto Hidrossanitário.

Um bom projeto hidrossanitário busca o funcionamento ideal dos sistemas hidráulico e sanitário. O sistema compreende tanto as redes de distribuição de água, quanto de recolhimento dos esgotos. Para que se chegue à excelência do projeto, é preciso avaliar vários itens, entre eles a compatibilidade com outros projetos, os cuidados na hora da execução, como a instalação de uma tubulação de aviso, a escolha certa dos materiais a serem utilizados, a proteção contra a interligação entre água potável e não potável, dentre outros.

Projetos

Créditos: Freepik

Além das questões técnicas, o profissional também precisa avaliar o melhor custo-benefício de um projeto hidrossanitário e gerenciar os riscos incomuns para evitar os famigerados retrabalhos. Ao se executar o projeto de instalações em conjunto com o projeto estrutural e arquitetônico, por exemplo, tem-se a melhor garantia de compatibilização entre projetos, o que reduz, em muito, a perda de dinheiro, ganho em eficiência e prevenção de futuros problemas com as instalações.

E o projeto previne quais erros e problemas? Pessoa preocupada com vazamento de água

Ao se optar por elaborar o projeto, é possível evitar, por exemplo, sifões invertidos na tubulação. Geralmente ocorrem ao redor de portas, prejudicando a vazão do sistema, que pode comprometer o bom funcionamento de uma ducha, uma simples torneira ou até mesmo uma válvula de descarga, gerando infiltrações.

É possível também dimensionar a tubulação de aviso, sendo este um mecanismo indicador de problemas de abastecimento no reservatório, a fim de minimizar o desperdício de água e dinheiro.

Ao realizar um Projeto Hidrossanitário ainda faz-se a diferenciação entre as tubulações de água potável e não-potável, evitando que as mesmas se interliguem. Isso é de extrema importância, afinal, não dá para beber água suja! Assim, este e outros problemas típicos de um sistema hidráulico podem ser evitados.

A projeção permite ainda pensar também no caminho e até reaproveitamento da água da chuva de forma eficiente, algo indispensável para futuras e atuais edificações de um planeta com recursos limitados. Dentre essas e outras medidas, é possível, sim, garantir sustentabilidade ambiental e financeira do sistema com um bom projeto.

Planejar é preciso! 

Pessoa pensando se planejando

Créditos: Freepik

Viu-se que o Projeto Hidrossanitário é de extrema importância para se evitar erros e problemas e também para quem leva a sério e à risca o planejamento, seja ele financeiro, de obras ou até mesmo familiar. “Projeto” é sinônimo também de planejamento, dado que é o momento de se planejar a melhor distribuição e recolhimento de água, o melhor material a ser empregado na construção do sistema, garantindo a eficiência de uma boa instalação hidráulica. Tudo isso contribui para o bem-estar e qualidade de vida dentro de uma residência.

Pôde-se perceber também que para executar uma rede hidráulica é preciso ter um conhecimento completo da edificação (totalmente possível quando se executa todos os projetos por uma mesma empresa, por exemplo). Assim, o projetista consegue avaliar a compatibilidade de seu projeto com mais facilidade e antecipar os riscos na execução da obra, evitando retrabalhos e desperdícios. Ou seja, planejar executar todos os projetos de uma edificação é essencial para aqueles que visam economia, eficiência e qualidade em sua obra.

Ficou interessado em saber como aliar os três projetos de uma só vez? Ou entender melhor sobre o Projeto Hidrossanitário? Entre em contato conosco, ficaremos felizes em ajudá-lo!

projeto hidrossanitario

By | 2018-07-29T18:27:11+00:00 10 de dezembro, 2017|Dicas, Projeto Hidrossanitário, Projetos|0 Comentários

About the Author:

Rafael Rocha

Deixe seu comentário