Início/Projetos/Projeto Arquitetônico e o Impacto no seu Bolso: Gasto ou Economia?

Projeto Arquitetônico e o Impacto no seu Bolso: Gasto ou Economia?

O projeto arquitetônico é fundamental para você que deseja construir ou reformar seu imóvel. Com ele, o profissional responsável consegue organizar todas as suas ideias e demandas, da forma mais harmônica possível, garantindo a execução de uma obra bem organizada e coordenada.

Isso tudo, entretanto, impacta de diversas formas o planejamento do projeto e seus custos. Entenda melhor as variáveis desse impacto e veja porque, apesar dele, todos os gastos se configuram na verdade como economia no final da conta.

 

Custo da Obra

O valor de uma construção leva em conta muitos parâmetros como quantidade de metros quadrados construídos, nível e qualidade do acabamento, material usado, técnicas empregadas. Em outras palavras, são muitas variáveis para se considerar na hora de calcular o valor final desse investimento.

projetoarquitetonico

O projeto arquitetônico, normalmente, contempla esse ponto. Quando é realizado o briefing do cliente – isto é, quando informações e dados relevantes a seu respeito são coletadas em prol do projeto – o profissional responsável mantém em mente quanto ele está disposto a investir e projeta a edificação com base nesse valor.

Dessa maneira, o proprietário da construção pode planejar melhor seu investimento, visualizar o que será feito e ordenar melhor todas as etapas da obra. Isso gera economia, pois as possibilidades de imprevistos ou de orçamentos superfaturados diminuem quando se tem uma noção dos custos iniciais e estipulados.

 

Custo do Projeto Arquitetônico

Possivelmente por desconhecimento, a maioria das pessoas acredita que projetos arquitetônicos são um desperdício de dinheiro, aparentemente por não agregar em nada e não passar de folhas com desenhos, desvalorizando o trabalho de engenheiros e arquitetos.

Todavia isso é um equívoco, uma vez que esses profissionais usualmente passam por uma formação profunda, dominando assuntos relacionados a projetos, construção e tecnologias envolvidas, o que os torna completamente capazes de instruir seus clientes em empreendimentos a ponto de gerar economia e qualidade.

projetoarquitetonico

Notoriamente, o valor de um projeto arquitetônico para uma edificação varia de diversas formas. Depende do grau de detalhamento exigido pelo cliente, do tempo de execução que ele deseja, assim como das especificações do serviço.

As variações nas especificações implicam em diferentes graus de economia que um projeto pode agregar à obra. Por exemplo, se a ideia é projetar um shopping, um supermercado ou algo do tipo, é claramente necessário que o cliente solicite ao profissional que especifique mais os detalhes e faça mais projetos completares, como um que aponte para os locais do ar condicionado ou trace o dimensionamento do estacionamento, por exemplo.

Porém, se for tratar-se de uma casa ou algo semelhante, o nível de especificação e o número de projetos complementares não é tão grande, ao contrário do detalhamento de acabamentos, que tende a ser maior, uma vez que define a identidade da residência alinhada ao gosto do cliente.

Em resumo, o custo do projeto varia bastante de trabalho para trabalho, mas você deve levar em consideração o que pretende fazer e até onde o profissional precisar aperfeiçoá-lo para lhe atender.

Economia na Compatibilização

Construir uma edificação não é fácil. A demanda por serviços e detalhes é diversa: levantar muro, colocar tubulação de água e esgoto, elaborar a parte elétrica, a parte estrutural, assim como vários outros fatores. Tudo isso pode parecer confuso quando a construção não conta com um projeto arquitetônico definindo como a edificação será. É por meio dele que o proprietário da obra consegue estipular todos os seus detalhes e como consequência imediata torna-se possível compatibilizar os projetos.

Compatibilização é a atividade feita por engenheiros ou arquitetos que busca juntar todos os projetos envolvidos em uma obra na busca por erros e pontos conflitantes. Quando não se compatibiliza, o resultado geralmente só trás dor de cabeça para o cliente, que tem que realizar reformas e retrabalhos para consertar os problemas. Tudo isso, consequentemente, custa mais dinheiro e tempo, além de comprometer a qualidade do projeto no final.

O projeto arquitetônico é o melhor meio de auxiliar na compatibilização, tendo em vista que é a base que todos os outros projetos podem e devem seguir. Dessa forma, tanto o engenheiro hidráulico quanto o eletricista, calculista, entre outros utilizam dele como embasamento, o que facilita bastante o trabalho do profissional que irá compatibilizar.

Facilidade na Regularização

projetoarquitetonico

A regularização é uma tarefa requerida por municípios que buscam estabelecer parâmetros construtivos e cobrar que todas as construções os atendam. A consequência é uma organização melhor das cidades, com menos poluição visual e o impedimento de conflitos que apareçam no ordenamento das edificações.

Para alavancar tal objetivo, as prefeituras podem pautar vários pontos, como alturas máximas, área permeável, porcentagem máxima de ocupação do solo, afastamentos laterais, frontais e dos fundos, etc. O afastamento lateral, por exemplo, impede que vizinhos construam próximo demais das divisas, garantindo privacidade para ambos os moradores e gerando também um padrão urbanístico melhor para as ruas.

Entretanto, a regularização de obras perante as prefeituras não é uma atividade muito comum, principalmente para empreendimentos residenciais. Seja por desconhecimento ou negligência, as pessoas não buscam um profissional que faça um projeto arquitetônico de acordo com os códigos, e essa prática pode se converter em gastos com multas e reformas de adequação das edificações.

Por outro lado, quando se contrata esse profissional, consta em seu escopo regularizar e montar um projeto que atenda a todas as especificações exigidas pela prefeitura. Isso assegura que o proprietário possa leva-lo até o órgão público para aprovação e que sua construção estará de acordo com o plano urbanístico municipal. O resultado é um empreendimento com mais qualidade, isento de notificações e multas e legalmente aprovado!

Pagando por Qualidade

projetoarquitetonico

O projeto arquitetônico, assim como outros projetos que completam um empreendimento, é importantíssimo para garantir a qualidade do que está sendo executado. Se você desconhece dos assuntos da construção civil, deve se apoiar bastante na consultoria prestada pelos profissionais da área e não ignorar as especificações de seus trabalhos. São estes investimentos que podem fazer com que você economize dinheiro, tempo e mão de obra e garanta eficiência de execução em todas as etapas de sua obra.

No Brasil ainda há uma cultura de agregar pouca atenção para a fase projetista das construções. Isto é uma questão que deve mudar, dado que as tecnologias hoje empregadas nos canteiros de obras estão aumentando e o nível de exigências das pessoas também, elevando o nível de aperfeiçoamento necessário para os empreendimentos da construção civil nacional.

Para se ter uma ideia, em outros países como o Japão, o setor de projetos é o que mais ganha destaque e investimento, já que é ele que garante qualidade, eficiência, boa gestão de projetos e bom planejamento de orçamento e tempo.

Possui alguma dúvida ou quer aprofundar seu conhecimento no assunto? Fale conosco! Estaremos mais que dispostos e felizes em lhe ajudar!

By | 2017-11-10T15:35:45+00:00 setembro 2nd, 2017|Projetos|0 Comentários

About the Author:

Ana Luiza Caldeira

Deixe seu comentário