//Qual é a melhor forma de concretizar minha casa dos sonhos?

Qual é a melhor forma de concretizar minha casa dos sonhos?

A busca pelo apartamento ou casa dos sonhos é uma tarefa árdua para quem já tem um imóvel idealizado em seus planos. Após visitar vários lugares e se decepcionar com as opções disponíveis no mercado, o desejo inicial de encontrar a sua residência transforma-se em frustração. Dessa forma, muitas pessoas acabam adquirindo a casa que mais se aproximou das suas preferências, mesmo sem estarem totalmente satisfeitas com a compra.

Mas devemos mesmo nos contentar com qualquer imóvel, mesmo que ele não corresponda às nossas expectativas?

A resposta é simples: não! Você pode personalizá-lo, fazendo um projeto arquitetônico. Nesse modelo de projeto, as ideias e concepções dos compradores são atendidas e arquitetadas pelo responsável técnico. Esse profissional utiliza uma enorme variedade de materiais, dimensionamento de espaços e técnicas de construção te atender. O objetivo é propor aquilo que você provavelmente não encontraria no mercado imobiliário.

Sua casa, suas escolhas

Seja para uma família grande, uma pessoa solteira ou um casal sem filhos, o responsável pelo projeto arquitetônico trata seu caso como único. Afinal,  cada pessoa apresenta um ideal de residência diferente. Sendo assim, o primeiro passo é fazer uma reunião e um briefing com os futuros moradores da casa. Esse briefing nada mais é que um documento para registrar suas insatisfações em relação ao espaço existente. Serve, ainda, para anotar suas características pessoais relevantes para o projeto, como manias, hobbys, ambientes e cores favoritas.

Com esses dados, o responsável já começa a traçar a essência que a casa deve ter, encaixando tudo no briefing. Na mente dos projetistas, é normal haver uma explosão de ideias enquanto você descreve o seu sonho de casa. Desde o tamanho da sala até ao acabamento escolhido para o piso do banheiro. Tudo é pensado para que você fique satisfeito com o que vê.

Créditos: fotos.habitissimo.com.br

Créditos: Habitíssimo

Materializando sua casa

Depois de entender o que você deseja, cabe agora ao responsável técnico utilizar sua criatividade e experiência para atender ao seu perfil. Nesse sentido, o anteprojeto (ou projeto preliminar) deve ser bem estudado. As  leis de edificações para cada município devem ser obedecidas, para que todo o projeto fique regularizado. Além disso, a equipe de projetistas também fica atenta aos detalhes, buscando tornar a sua experiência a melhor possível. Iluminação, ventilação, circulação e dimensionamento. Tudo isso tem que encaixar nos seus desejos, nas especificação da prefeitura e no conforto ambiental.

No anteprojeto há um repetitivo ciclo de escrever e apagar. É um momento para idealizar e enxergar aquilo que poucos conseguem ver. Isso demanda tato do profissional, pois quem está à procura de um projeto arquitetônico precisa que seus desejos sejam materializados para formar seu futuro lar. Desleixos nessa etapa fazem com que a edificação apresente erros no futuro.

Também cabe ao responsável técnico a tarefa de instigar sua criatividade na hora de descrever sua casa dos sonhos. Muitos sabem o que desejam, mas não conseguem entender como isso será atendido. O profissional, então, deve ser capaz e criativo o bastante para trazer sempre ideias novas. Isso ajuda a entender melhor como o projeto ficará e a criar empatia por ele, já que ele pode te acompanhar por toda a vida.

A concepção do projeto arquitetônico não é feita apenas de desenhos técnicos. Para você conseguir visualizar como o projeto realmente ficará, é válido utilizar qualquer meio de representação realística. Pode ser um desenho a mão ou plantas humanizadas no Revit, SketchUp, Core Draw, dentre outras ferramentas. A regra é básica: através da representação do projetista, você deve conseguir entender o que foi proposto e avaliar se todas as suas exigências foram atendidas.

Projeto Arquitetônico de um casa realizado pela EMAS Jr.

Projeto Arquitetônico realizado pela EMAS Jr.

O impacto no seu bolso 

Quando falamos em construir uma casa, as lembranças mais comuns são as dores de cabeça com erros na execução e os gastos não previstos gerados por esses erros.  Assim, com um projeto arquitetônico, é possível que o responsável por sua obra consiga se programar. Fica mais fácil orçar tudo antes de iniciá-la, resultando na economia de materiais e mão de obra. Enquanto isso, você, como cliente, pode acompanhar o planejamento. Isso o torna mais capaz de intervir, caso perceba algo que não estava previsto no projeto. Dessa forma, você obtém um melhor aproveitamento do investimento feito.

Cabe ressaltar também que o projeto arquitetônico impacta diretamente na qualidade da construção e no resultado da casa. Como todos os quesitos arquitetônicos são relacionados e estrategicamente pensados, o produto fica bem estruturado. Nesse ponto, você consegue evitar que erros durante a obra resultem em reformas de correção no futuro que poderiam demandar mais dinheiro, tempo e paciência.

Como consequência desses fatores, o valor final da construção fica muito abaixo do que seria gasto sem um projeto arquitetônico. Assim, compensa-se totalmente os custos do projeto. Além disso, o conceito e o design ficam personalizados para suas preferências, minimizando assim as chances de insatisfação em relação à casa. Entenda melhor o impacto do Projeto Arquitetônico no seu bolso neste outro texto.

Créditos: www.magodocad.blogspot.com.br

Créditos: www.magodocad.blogspot.com.br

Sua opinião é a voz do projeto

Um dos principais destaques do projeto arquitetônico é que cada etapa dele só é considerada como finalizada quando você a aprova. Por sua vez, a aprovação só se concretiza quando você realmente se sente ligado ao projeto. Você tem todo o direito de dizer que não está satisfeito e pedir quantas mudanças forem necessárias.  Dessa forma, no final, você terá a garantia que sua casa atinge ou até mesmo supere suas expectativas.

Gostou do projeto ou quer saber um pouco mais sobre ele? Entre em contato conosco, será um prazer solucionar suas dúvidas!

By | 2018-05-30T17:52:35+00:00 28 de maio, 2017|Projetos|0 Comentários

About the Author:

Ana Luiza Caldeira

Deixe seu comentário